main_titleO serviço de internet evoluiu incrivelmente desde a popularização do sistema xDSL e não diferente, outros inúmeros serviços que dependem dessa tecnologia, por esse motivo a qualidade do sinal sempre é considerada como o principal fator na sua contratação, seguida por sua estabilidade e finalizando com o valor geralmente mensal oferecido pelas operadoras. É um conjunto de elementos que enfurece os consumidores quando estão desequilibrados resultando em inúmeras reclamações ou solicitações de visita técnica por considerar como causa a qualidade do servido pelo provedor. Abordando os fatores qualidade e estabilidade, ainda são poucos, considerando o número conhecido de usuários, aqueles que vão averiguar internamente os problemas que causem essas oscilações ou mesmo indisponibilidade do sinal de internet. Com isto em mente o conteúdo a seguir tem como objetivo descrever alguns atores notoriamente conhecidos como responsáveis por esses problemas mas sem um desnecessário aprofundamento técnico, isso pelo interesse é permitir a análise desses integrantes por conta própria sem a necessidade deste conhecimento demasiadamente técnico.

imagem1

<< Comparando velocidades de internet do plano contratado >>

Antes de pensar mudar seu plano residencial, é importante saber o que está pagando e a qual a velocidade que é entregue. Embora sejam oferecidos valores exatos é importante considerar todo serviço residencial entrega um valor relativamente reduzido, geralmente contemplando perda de até 10% por interferências diversas no caminho, é válido relembrar que dependendo do uso a diferença de velocidade e principalmente valor entre os planos pode não trazer os resultados esperados.

Depois dessa consideração mesmo para os menos experientes, é possível identificar instabilidades ou mesmo compará-la com o que está sendo entregue pelo prestador, mesmo que faça pouco uso e não perceba diferença é fundamental como consumidor verificar como está a qualidade disponibilizada, garantindo estar pagando pelo que é efetivamente entregue.

Portanto, reserve um minuto para entender sua conta e ver como seu plano de internet é cobrado. Muitos provedores possuem um ambiente individual por cliente para acompanhar os serviços contratados e isso facilita elaborar um histórico de consumo e comparar com o que realmente é entregue em estabilidade e principalmente velocidade.

Depois de entender melhor sua conta de consumo, a próxima etapa é conhecer maneiras de mensurar sua velocidade contratada através inicialmente dos sites COPEL e EAQ fique à vontade pesquisando por outros para comparativo. Prefira efetuar o teste em num computador ou notebook de preferência por cabo de rede, melhorando o rendimento do teste de desligue qualquer programa que faça uso frequente da internet como programas de torrent, todas as outras abas que estejam até obtendo algum arquivo não esquecendo até do Windows Update. Concluindo que as medições indicaram o que você está pagando podemos considerar que a velocidade está estável após esses testes e dependendo da sua demanda, agora sim conversar com a prestadora na negociação por um plano melhor de internet.

Agora, o plano estando compatível com o contratado mas perceber instabilidades em alguns momentos específicos como vídeos ou áudio cortando a reprodução, atrasos nas respostas dos jogos, páginas aleatórias não abrindo entre alguns sintomas, ainda não é hora de jogar o computador pela janela. Veja a seguir como executar algumas etapas básicas para identificar a razão destes problemas. Embora possa hesitar em efetuar esses testes, muitas das soluções são encontradas após algumas pequenas análises e eliminam a necessidade de chamados técnicos presenciais reduzindo ainda mais o tempo para solução.

Siga as sugestões a seguir uma de cada vez, validando com alguns testes de velocidade e estabilidade.

<1> Desligar e ligar modem e roteador:

imagem2

Indiferente do modelo em uso desligue todos eles da energia elétrica, Após desligados deixe um bom tempo até que internamente reduzam o aquecimento podendo ser entre 3 a 5 minutos, não somente pela temperatura mas eles costumam reter informações mesmo por um breve tempo, aguardando esse tempo sugerido vai apagar qualquer informação que esteja ainda na memória deles.

<2> Utilizar uma conexão por fio (LAN):

imagem3

Elimine outros aparelhos como repetidores (AP) e roteadores Wi-Fi, experimentalmente conecte o computador ou notebook diretamente ao modem pelo cabo de rede e porta LAN, percebendo diferença significativa comparando com o uso anterior pode indicar problemas na configuração do aparelho, distância excessiva ou mesmo problemas de funcionamento dos outros equipamentos.

<3> Reduzir interferências na rede:

imagem4

Dependendo onde está localizado o roteador sem fio ou o ponto de acesso (access point) o sinal de internet pode sofrer uma significativa perda pois quanto mais obstáculos o desempenho será menor. Experimente posicioná-lo num local com mais área útil permitindo melhorar a propagação do sinal, telefones sem fio podem afetar a distribuição do sinal então tente desligá-los enquanto faz as verificações.

<4> Verificando as conexões dos cabos:

imagem5

Dentro da residência os técnicos não costumam interferir muito, por isso é interessante conhecer como está o cabeamento seja coaxial ou par metálico procurando por encaixes ruins, emendas mau feitas ou outros problemas incluindo os cabos de rede que ligam os aparelhos, usando um modem e um roteador por exemplo. Por mais estranho que pareça inverter as pontas de conexão dos cabo ethernet costuma surtir efeito em alguns casos, isso por renovar os contatos de conexão entre as pontas.

<5> Isolar outros dispositivos:

imagem6

Verifique se os outros aparelhos em sua casa não estão sobrecarregando a rede. Com tantos dispositivos móveis e compactos existentes atualmente, mesmo que possam consumir poucos individualmente eles podem utilizar uma boa quantidade do sinal por estarem ativos ininterruptamente.

<6> Verificar os aparelhos com um antivirus:

imagem7

Muitos problemas podem surgir após instalado algum programa de fonte desconhecida ou que sem avisar possa estar consumindo todo o serviço de internet, no Windows tendo o Windows defender mas nos smartphones também existem opções que permitem analisar o dispositivo em busca de programas ou processos nocivos que estejam sequestrando todo o serviço.

<7> Identificar qual banda de sinal está em uso:

imagem8

A maioria dos roteadores modernos possui duas bandas de sinal, 2,4 GHz e 5 GHz ativas simultaneamente. Sendo a 5 GHz como banda mais rápida, confirme que é a padrão. Parecerá idêntica à rede normal, apenas exibindo a “5G” ou “5 GHz, pode ocorrer do roteador não disponibilizar as duas bandas ao mesmo tempo, provavelmente encaminhando automaticamente para a banda de 5 GHz.

<8> Alterar os Canais de Transmissão do roteador:

imagem9

Nos dias atuais temos uma grande quantidade de aparelhos que utilizam algum nível de rádio frequência, comunicando-se com suas bases ou receptores. Embora os fabricantes definam intensidades de sinal (canais de transmissão) diferente entre eles, pode ocorrer que eventualmente eles utilizarem ou conflitarem com o sinal emitido pelos roteadores sem fio.

Com isto em mente, é preciso verificar quais canais sem fio estão em utilização no seu ambiente e que possam estar interferindo na comunicação dos que utilizam o WiFi. Como sugestão de programas que possam ajudar nessa análise temos o Wi-Fi Analyzer para Android e o AirPort Utility para iOS, para Windows temos o WifiInfoView mas lembre-se utilizando um computador ou notebook apenas utilizando o sinal wireless é possível avaliar a qualidade do sinal ou quando o próprio aparelho possui esses recursos.

<9> Alterar os Servidores de DNS para acelerar a navegação:

imagem10

Os Servidores de DNS podem ser compreendidos como listas de contatos para o computador/notebook/smartphone …etc. Assim que digitados os nomes de endereços da internet no seu navegador, o metabuscador irá acessar esses servidores traduzindo os nomes informados por endereços IP que por sua vez irão direcionar o resultado para o seu navegador então exibindo as páginas ali existentes, explicando de maneira bem simplificada.

Mesmo que o provedor mantenha essa lista de referência, é possível alterar este servidor de pesquisa para outros mecanismos que também possuam um catálogo de endereços que possivelmente melhorem a velocidade e qualidade da navegação, podemos nomeá-los como Servidores DNS Alternativos.

<9.1> Alterando os Servidores de DNS:

A alteração dos servidores pode começar com a dificuldade em saber qual seria o mais adequado, por sorte existem softwares que fazem esse comparativo como o Benchmark DNS podendo ser executado em Windows ou Linux, para os MacOS o Network Utility.

Após obtida e executada já avance para a aba Nameservers pois assim que o programa é executado, a análise de servidores também é iniciada que uma vez feito, irá pesquisar por aproximadamente 5000 servidores públicos ao redor do mundo, apresentando o melhor para a sua região. Execute um segundo teste num intervalo de 10 minutos e anote os servidores DNS mais rápidos para o seu caso.

Com estas informações, é consultar o manual do roteador ou modem para conhecer onde essas alterações devem ser feitas e por padrão será solicitado reiniciar o aparelho, por desencargo aproveite para reiniciar todos os aparelhos que acessam a internet garantindo que todos utilize os novos servidores.

<10> Substituir o Modem e/ou Roteador:

imagem11_1

Ainda que seguindo todas as dicas acima os problemas persistam, é o momento para considerar o aparelho como causador dessa instabilidade, pode ser o modem, modem/roteador ou somente roteador porém existe uma condição limitadora para essas substituições, praticamente todos os provedores disponibilizam os aparelhos como empréstimo (comodato), significa que eles não possuem variedade de aparelhos e principalmente nos modelos de fibra óptica a substituição só ocorre pelos modelos disponibilizados pela provedora.

No caso dele estar em ordem ou não possuir opção melhor, considere a troca do roteador por outros modelos que permitam reduzir os atrasos entre os dispositivos que utilizem a internet ou mesmo a troca de dados dentro da mesma rede. Alguns modelos fornecidos pelo provedor permitem funcionar em modo Bridge, significa que ele funciona apenas como a ponte entre a rede interna e a internet não gerenciando qualquer condição, isso favorece a utilização de aparelhos mais robustos com inclusive maior amplitude do sinal e gerenciamento da banda de internet.

<Conclusão>

Depois da internet funcionando com tranquilidade, é incomum alterações ou ajustes mesmo depois de um grande tempo mas sendo aparelhos que ficam constantemente ligados, seja roteador ou modem eles certamente chegarão ao seu tempo de vida útil e inesperadamente problemas com uso dos serviços começarão a sofrer interrupções.

É comum a suspeita inicial recair sobre o provedor por ser tendência acreditar que o problema é simplesmente o sinal fornecido por ele, o texto apresentado tem o interesse de descrever alguns de vários motivos que possam ser o real causador dessa instabilidade, reduzindo o tempo de solução pois chamados técnicos presenciais principalmente costumam ser demorados pra ocorrer.





10 Dicas para melhorar o desempenho da sua internet
Iperius Backup Brasil
*****************************************

PLEASE NOTE: if you need technical support or have any sales or technical question, don't use comments. Instead open a TICKET here: https://support.iperius.net

*****************************************

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*****************************************

PLEASE NOTE: if you need technical support or have any sales or technical question, don't use comments. Instead open a TICKET here: https://support.iperius.net

*****************************************